SEO lupa teclado

Com o passar do tempo as buscas evoluíram assim como o SEO. Por isso é preciso estratégia, planejamento para obter resultados bons. Existem 3 grandes estratégias para SEO,  que vão desde o consumidor até o link building e resultados satisfatórios. Eles englobam:

  • Autoridade: 40% dos resultados de SEO apontados nas buscas são resultados de bons links. Sendo assim a criação e desenvolvimento deles é a melhor estratégia para conquistar melhores resultados.
  • Relevância: o conteúdo do site deve ser relevante para que as pessoas encontrem o que buscam, portanto qualidade, informação e boa escrita funcionam bem.
  • Performance: Análises junto do planejamento é o que te dá controle do alcance diário. Todo o resultado conquistado mostra a seu desempenho com o SEO estratégico.

Definição de SEO

O SEO ou otimização de sites para mecanismo de buscas é como se fosse uma referência para o seu site ser encontrado. Tornar um site visto pelos mecanismos de busca através de palavras chaves que sejam relevantes. Essa seria a definição dos objetivos do SEO, mas trabalhar em cima dele é bem mais do que isso. Para ser encontrado – dentro da publicidade esse termo é o objetivo geral – no Google as empresas devem ser encontradas pelo consumidor e não ao contrário. E essa é a questão filosófica fundamental para entender melhor o SEO.

Uma outra questão é: “Todo site que é bom em SEO é boa para o seu usuário, me nem todo site bom para o usuário é bom para SEO”. Isso quer dizer que só se desenvolve bem o SEO se pensar bem no usuário.

Devemos levar em consideração os critérios que SEO usa para compreender uma busca, entender como ele avalia isso em um site para depois entendermos como ele deve ser trabalhado para criar um site.

Pensar como um usuário

O sistema de pesquisa do Google é um software de computador, ele calcula, compara e trata de diversas informações, mas ainda assim é subjetivo. O que significa que ele não entende, só faz cálculo. Mesmo o programa sendo usado por pessoas, ele só usa um algoritmo lógico que já é pré-determinado.

Ima SEO – atrair mais clientes

Resumindo o Google foi criado para ser matemático e objetivo, ele não vê intenção. Por isso que o especialista em SEO deve saber entender e pensar como as pessoas que usam o buscador para poder mostrar um bom resultado.

Qualidade de conteúdo e bons links

Para o Google quanto mais conteúdo e referência melhor. Quanto mais conteúdo o site apresenta, mais referência e links ele recebe, e com isso as chances dele ficar mais bem localizado no ranking de buscas é maior.

Deu pra entender que o Google se importa mais com conteúdo relevante em forma de texto, sendo bem desenvolvido e bem explicativo. No início ele gostava de conteúdos enormes, mas isso já mudou, porém sem tirar a ênfase do texto, e isso não muda o posicionamento. Para o SEO o conteúdo é o mais importante.

O conteúdo deve ser relevante, por exemplo, no mundo acadêmico os autores têm mais valor de acordo com a quantidade de vezes que suas teses são citadas, para o Google essa relevância é a mesma coisa. Quanto mais assuntos o seu site abordar, ou quanto mais links ele receber, se tornarão mais relevantes.

Para a ciência é como se o Google fosse uma calculadora, já que ele calcula trilhões de páginas que existem na internet. O mecanismo mudou em 13 anos e se tornou ainda mais eficaz. Parece perda de tempo, mas otimizar os sites que o serviço de SEO faz é importante para avaliar a forma como o mecanismo funciona.

Concluindo

É possível melhorar sites para que eles se saiam melhor no mecanismo de busca do Google. Mas o que serve para determinar se um site é bom ou não? Esses critérios podem ser vários. Com o aumento de visitas no seu site, maior pode ser o ganho com ele. Seja por venda, em faturamentos, por anúncios, por afiliados, enfim, dá pra ganhar dinheiro de várias formas com um site bem visitado. Por isso, ele precisa ser bem otimizado, respeitar algumas regras e ser desenvolvido de forma bem inteligente e imperceptível.

SEO Search

O segredo para fazer um bom SEO é aprender como funciona o Google, desvendar seus mistérios e aprender a pensar como os usuários. O visitante do seu site nunca deve deixar de ser a prioridade, e tudo que deve ser levado em consideração sobre o Google conta, nem que for pela intuição.

Nenhuma otimização de site deve ser feito pensando no mecanismo apenas, uma hora o algoritmo do Google acaba identificando algo como suspeito. Existe uma teoria chamada de “múltiplos algoritmos simultâneos”, simplificando, ele prova que é impossível pensar em excesso no SEO. Ele deve ser usado com moderação e desenvolvido de forma eficiente e original, sendo relevante ao usuário.

A meta do SEO acaba sendo de criar algo perfeito não para o Google apenas, mas ele deve ser mais perfeito ainda para o visitante. Se o usuário é prioridade, o trabalho acaba sendo bom para o Google também.

 

Comments are closed.